Na reunião de Conselho de Ministros desta quinta-feira foi aprovada a resolução que aprova a Agenda Digital 2015. A iniciativa integra um conjunto de 26 medidas, divididas por cinco áreas principais de intervenção: Redes de Nova Geração, Melhor Governação, Educação de Excelência, Saúde de Proximidade e Mobilidade Inteligente.




Todos os eixos visam tirar partido das infra-estruturas de banda larga de nova geração que estão a ser construídas no país, quer pelos privados, quer com apoio do Estado, como acontece nas redes rurais. Têm como objectivo transversal potenciar a exportação de produtos e serviços desenvolvidos em Portugal, como consequência da sua execução.



O acompanhamento, monitorização e a coordenação da Agenda Digital 2015 fica a cargo da Rede CNELPT - Rede de Coordenação Nacional da Estratégia de Lisboa e do Plano Tecnológico.



Na nota de imprensa do Conselho de Ministros, o Governo volta a frisar que o plano pretende aproveitar o investimento de 2,5 mil milhões de euros previstos para as RNG até 2012.



Deste valor, 1100 milhões de euros serão investidos pelos operadores em infra-estruturas de fibra, 600 milhões dirigem-se ao desenvolvimento de serviços e conteúdos e 750 milhões ao desenvolvimento e modernização de redes.



As redes rurais, por seu lado, prevêem um investimento de 200 milhões de euros, 106 milhões financiados com verbas públicas.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.