Num relatório recente o Eurostat, o gabinete estatístico das comunidades europeias, atesta que o alargamento da União Europeia a mais dez Estados-membros trará mudanças aos indicadores económicos e sociais que a caracterizam, nomeadamente, no que diz respeito à Sociedade de Informação e comparativamente aos Estados Unidos.



http://imgs.sapo.pt/gfx/236232.gif


Com base em dados que remontam a 2002, o Eurostat estima que na nova Europa dos 25 o número de telemóveis por cada 100 habitantes baixe dos 78 da Europa dos 15 para os 74, mas continue acima do verificado nos Estados Unidos, cujo o valor se situa nos 46, segundo a International Telecommunications Union.




Com a inclusão dos actuais 10 países candidatos - República Checa, Estónia, Chipre, Letónia, Lituânia, Hungria, Malta, Polónia, Eslovénia e Eslováquia - prevê-se que passem a existir 31 computadores pessoais em cada conjunto de 100 habitantes, valor que diminui em três face ao verificado na actual UE. Já os EUA têm 66 PCs por cada 100 habitantes.




Face à Europa dos 15, na Europa dos 25 o número de utilizadores Internet por cada 100 habitantes baixa em três, face aos 36 registados em 2002, fazendo aumentar a distância comparativamente aos norte-americanos, com os seus 55 internautas por cada 100 habitantes.




Com o alargamento da UE não se registarão, segundo o Eurostat, diferenças no que diz respeito aos principais produtos exportados, onde os equipamentos de telecomunicações continuam a marcar presença.





Notícias Relacionadas:


2003-11-20 - Mercado europeu das comunicações electrónicas em recuperação

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.