A empresa liderada por Tim Cook atingiu os 1,82 biliões de dólares de capitalização bolsista, ultrapassando os 1,76 biliões da Saudi Aramco.

O valor das ações subiu mais de 10%, para os 425,04 dólares, o que fez com que a capitalização bolsista da empresa da maçã se situasse nos 1,82 biliões de dólares - cerca de 1,56 biliões de euros.

A Apple passou, assim, a liderar o ranking das cotadas mais valiosas do mundo, ultrapassando a petrolífera Saudi Aramco, com um valor de mercado de 1,76 biliões de dólares.

Pandemia faz as receitas da Alphabet cair pela primeira vez. Amazon e Apple superam as expetativas
Pandemia faz as receitas da Alphabet cair pela primeira vez. Amazon e Apple superam as expetativas
Ver artigo

A empresa conduzida por Tim Cook reportou um aumento das receitas do trimestre fiscal terminado a 30 de junho em todas as linhas de produto e nas várias geografias onde está presente, atingindo um total de 59,7 mil milhões de dólares de volume de negócios. O valor corresponde a um aumento de 11% em comparação ao mesmo trimestre do ano passado. As vendas internacionais representaram 60% da receita do trimestre.

Os resultados financeiros do segundo trimestre de 2020 das restantes gigantes tecnológicas norte-americanas revelaram, em geral, uma tendência de crescimento dos lucros e receitas -  embora a Alphabet tenha registado a primeira queda de sempre no seu volume de negócios.

A Amazon foi quem mais receitas conseguiu arrecadar ao longo do segundo trimestre de 2020. Ao todo, a empresa de Jeff Bezos registou receitas na ordem dos 88,9 mil milhões de dólares, um aumento de 40% em relação ao período homólogo em 2019, altura em que tinham atingido os 63,4 mil milhões de dólares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.