A Inspecção-geral das Actividades Culturais comunicou a apreensão de 15 mil cópias ilegais de DVDs e CDs. A apreensão, realizada numa operação conjunta com a GNR, teve lugar nas feiras semanais da Trofa e de Estela, no norte do país.



Em comunicado, o organismo explica que a operação se inseriu num programa de combate à pirataria, que engloba acções de prevenção e alerta para a "importância do respeito pelos direitos de autor", ao nível da prevenção.



O mesmo programa inclui também acções de repressão, como a que permitiu as 15 mil apreensões já referidas, nos locais onde este tipo de material costuma ser comercializado. Em agenda estão, aliás, já acções idênticas para as zonas centro, norte e sul do país.



A operação agora comunicada foi realizada entre os dias 11 e 12 de Dezembro e foi uma entre várias realizadas pelo organismo durante este ano. No seu conjunto, as diversas operações permitiram identificar e encaminhar para destruição seis toneladas de material apreendido. A maioria DVD-R e CD-R.



O IGAC adianta ainda que está a ultimar a criação de um núcleo de supervisão sectorial, que terá como objectivo fiscalizar a "comercialização, partilha e multiplicação ilegal de obras e conteúdos não autorizados, em ambiente digital".

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.