A Nokia Siemens Networks acaba de receber a aprovação do regulador europeu para a compra da unidade de negócio de equipamentos de rede da Motorola, pela qual vai pagar 1,2 mil milhões de dólares (cerca de 902 milhões de euros).

A decisão, comunicada hoje pela Comissão Europeia, vai permitir à empresa detida em partes iguais pela Nokia e pela Siemens concluir a transacção anunciada em Julho e reforçar a presença da Nokia Siemens Networks na América do Norte e Japão, avança a Reuters.

É assim removido o último obstáculo à transferência de propriedade sobre os activos, que à data da divulgação das intenções das empresas estava apenas dependente da aprovação europeia, estimando-se que fosse concluído até ao final deste ano.

De acordo com a informação veiculada, os reguladores concluíram que os portefólios das empresas tinham pouca sobreposição e que o negócio da Motorola tinha uma presença limitada na Europa, pelo que a compra não coloca em causa a concorrência no espaço comunitário.

A Motorola vai alienar a maior parte dos activos que constituem a unidade de negócio da Motorola dedicada aos equipamentos de rede. Na posse da fabricante mantém-se a maior parte da propriedade intelectual gerada pela empresa e alguns negócios afectos à unidade.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.