A Neoen, proprietária da gigantesca bateria que a Tesla instalou na Austrália, lançou um relatório onde mostra que a instalação ajudou a poupar cerca de 40 milhões de dólares em energia. Este é o maior sistema de baterias de iões de lítio do mundo.

A instalação foi construída depois de a Tesla ter ganho um concurso público na Austrália. De acordo com a empresa, o sistema serve para "resolver falhas na rede de distribuição de energia, para reduzir intermitências e para gerir picos de carga durante o verão". Importa ainda sublinhar que este sistema ajuda a fornecer eletricidade a mais de 30 mil causas australianas.

O sistema custou cerca de 66 milhões de dólares ao governo australiano, mas a poupança parece estar a fazer render o investimento.

O relatório pode ser lido, na íntegra, através deste link.

Recorde-se que esta solução foi posta em cima da mesa depois de o estado da Austrália Meridional ter enfrentado um blackout de vários dias. Na altura, Musk lançou o desafio: "ou a Tesla resolve, num prazo de 100 dias, os problemas de energia com que o estado se tem deparado, ou a empresa assegura a instalação de um sistema de armazenamento de energia de forma totalmente gratuita".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.