Em outubro do ano passado, a Intel concordou em vender o seu negócio de memórias NAND e SSD à fabricante sul-coreana SK Hynix, num negócio com um valor de 9 mil milhões de dólares. A venda foi agora aprovada pela Comissão Europeia, depois dos reguladores norte-americanos do Comité de Investimento Estrangeiro (CFIUS) terem dado “luz verde” ao negócio em março.

A Comissão Europeia explica em comunicado que, após uma extensa análise, concluiu que a aquisição proposta não levantaria preocupações em matéria de concorrência. Bruxelas avança também que não encontrou questões preocupantes em relação às atividades das empresas em mercados vizinhos, uma vez que “não teriam a capacidade e/ou o incentivo” para levar a cabo práticas para dominar a concorrência.

Numa primeira fase, a fabricante sul-coreana pagará uma quantia de 7 mil milhões de dólares e o restante até março de 2025. Através da aquisição a SK Hynix ficará com a fábrica da Intel em Dalian, na China, numa estratégia que lhe permitirá aumentar a sua quota de mercado em mais de 20%.

A aprovação de Bruxelas e do CIFUS surge numa altura em que a “crise dos chips” continua a não dar tréguas. Nos Estados Unidos, o governo tem sido pressionado a agir e, recentemente Joe Biden assinou uma ordem executiva reiterando o empenho em fazer chegar ao terreno uma lei que prevê ajudas de 37 mil milhões de dólares para acelerar a produção de chips no país, valor depois pedido ao Congresso num aumento para 50 mil milhões.

A SK Hynix está à espera de receber ainda neste ano a aprovação dos reguladores do Reino Unido e da China para finalizar o processo de aquisição. Caso a consiga, a empresa solidificará a sua posição com uma das maiores fabricantes de memórias NAND a seguir à Samsung.

Samsung poderá começar a construir nova fábrica de semicondutores nos Estados Unidos no terceiro trimestre
Samsung poderá começar a construir nova fábrica de semicondutores nos Estados Unidos no terceiro trimestre
Ver artigo

Já a fabricante conterrânea poderá começar a construção de uma nova fábrica de semicondutores no Texas. O investimento planeado será de 17 mil milhões de dólares e o início da construção pode começar no terceiro trimestre do ano, embora se preveja que comece a operar apenas em 2024. Ao que tudo indica, a Samsung terá planos para avançar com o fabrico de chips de 5 nanómetros, baseados no processo EUV (Extreme Ultraviolet).

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.