A aplicação Viber, que permite a troca de mensagens e chamadas através da Internet, foi comprada pela empresa japonesa Rakuten, a mesma que detém os leitores de livros digitais Kobo. O negócio foi fechado por 900 milhões de dólares, cerca de 655 milhões de euros.

Atualmente o serviço Viber é um dos mais populares no segmento das comunicações móveis suportadas por Internet. Com mais de 300 milhões de utilizadores registados, a app tem uma forte presença nos EUA, na Rússia e no Médio Oriente. De acordo com o The Verge, o Skype tem um número de utilizadores semelhante, ficando os dois serviços atrás do WhatsApp e do Facebook Messenger.

A Rakuten tem agora grandes planos para a aplicação. A empresa considera que o Viber tem um grande potencial como plataforma de jogos e consegue ter vantagem sobre alguns serviços rivais por ser multiplataforma - está disponível em quase todos os dispositivos e sistemas operativos.

Os investidores japoneses querem ainda rivalizar com a aplicação Line, também ela nipónica e que conta com 350 milhões de utilizadores, dominando parte mercado asiático.

A imprensa internacional considera que a Rakuten é uma versão japonesa da Amazon e que a empresa está agora a investir para conseguir expandir a marca internacionalmente. Recentemente a retalhista online também fez investimentos na rede social Pinterest, vista como uma das que tem mais potencial de exploração do comércio eletrónico.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.