Desde que foi anunciada a Libra, a criptomoeda do Facebook tem sido alvo de críticas e consternações de críticas, mesmo que não tenha sido ainda lançada. Recentemente Ives Mersch, membro da board do Banco Central Europeu considerou que a moeda virtual do Facebook poderá afetar a capacidade do Banco de definir uma política monetária.

A União Europeia também abriu um inquérito relativo a questões de quebra da lei da concorrência, violando as leis antitrust da competição. Os investigadores alegam que a Libra pode criar possíveis restrições de competição na informação que será trocada e os dados dos consumidores.

Nesse sentido, oficiais de 26 bancos centrais, incluindo a Reserva Federal dos Estados Unidos e o Banco de Inglaterra, vão reunir-se hoje com representantes da Libra em Basel, na Suíça, para questionar o futuro da criptomoeda, avança o Financial Times. Este será o primeiro grande encontro entre os fundadores da Libra e legisladores desde o seu anúncio. O Banco Central Europeu colocou a fasquia muito alta, no que diz respeito ao regulamento de aprovação para a Libra, refere Benoît Coeuré, do BCE.

Os fundadores da criptomoeda foram convidados para responder a questões relacionadas com o extensão e design da moeda virtual, informações que serão analisadas na reunião do G7, entre os ministros das finanças em outubro. Do lado da Libra, todas as sessões de esclarecimento são bem-vindas, com os fundadores abertos a incorporar o feedback no seu design.

Ainda assim, os legisladores europeus reconhecem que a apresentação da Libra foi uma espécie de “chamada de atenção” ao estado atual dos sistemas de pagamento, sentindo que os bancos centrais devem trabalhar em tecnologias para tornar os pagamentos dos consumidores mais rápidos e baratos. Há mesmo um transtorno de que a Libra venha a tornar-se popular na União Europeia, no que diz respeito à facilidade de pagamento, quando há ainda muitas dificuldades em pagar serviços fora de fronteiras. E nesse sentido, não está descartada a ideia do Banco Central Europeu criar a sua própria criptomoeda para combater as iniciativas das grandes tecnológicas, tais como a Libra do Facebook.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.