Os novos investidores da loja online de artigos de moda de luxo, fundada por José Neves, são três fundos: Temasek, IDG Capital Partners e Eurazeo. Os dois primeiros são asiáticos e o terceiro tem sede em França.

O financiamento de série F, de 110 milhões de dólares (95,7 milhões de euros), vai ser usado para expandir o negócio na China, mas também para reforçar a operação noutros locais onde a empresa já está presente, como o Porto, São Paulo, Los Angeles e Nova Iorque.

A informação é avançada pelos sites Business of Fashion e Evening Standard, e citada pelo Jornal de Negócios. Ao primeiro site, o fundador da plataforma online explicou que a Ásia já representa 26% do negócio da startup portuguesa e que é a relevância deste mercado que torna estratégica a aproximação a entidades locais, que facilitam novas parcerias.

A Farfetch foi a primeira startup portuguesa a alcançar uma valorização de mil milhões de dólares. O projeto foi lançado em 2008.  

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.