A Google vai investir 22 milhões no sistema operativo KaiOS, que tem sido utilizado com eficácia em dispositivos económicos e de gama de entrada, onde constam modelos como o Nokia 3310 e 8110. Estes smartphones têm obtido sucesso em mercados emergentes, estimando-se uma base instalada de 40 milhões de aparelhos a utilizar o sistema operativo.

O KaiOS foi lançado no ano passado e baseia-se na experiência falhada Firefox OS da Mozilla, servindo de base a soluções económicas, como os dispositivos da TCL e da indiana Micromax. Apesar da Google ter o seu próprio sistema operativo para este tipo de dispositivos, o Android GO, a estratégia da gigante tecnológica é disponibilizar os seus serviços aos utilizadores no KaiOS, incluindo o Google Maps, Assistant, YouTube e Google Search.

Como o KaiOS é baseado numa solução Web, assente em HTML5, CSS e Javascript, as aplicações serão fáceis de adaptar. Além disso, consegue introduzir as referidas aplicações em dispositivos limitados a 512 MB de RAM e com 4 GB de armazenamento, como é o exemplo do Nokia 8110. Já os dispositivos suportados pelo Android GO necessitam de pelo menos 1 GB de RAM, com o sistema operativo a ocupar pelo menos 3GB de espaço.

Por outro lado, a estratégia da Google visa “trancar” este nicho de mercado aos seus produtos, evitando que a concorrência explore o seu potencial.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.