Criar condições de acesso às TIC para as micro e PMEs, diminuindo o fosso digital entre pequenas e grandes empresas, teria elevado impacto no desenvolvimento económico dos países em desenvolvimento. Esta é uma das conclusões do Information Economy Report 2011, publicado esta quarta-feira pelas Nações Unidas.

A United Nations Conference on Trade and Development (UNCTAD) refere que os Governos deviam incentivar à utilização das TIC entre as empresas de menor dimensão "investindo na telefonia móvel e infraestruturas de banda larga, contribuindo para o crescimento da confiança nas transações online, bem como desenvolvendo soluções inteligentes de e-government", aponta no relatório.

A análise apresenta, também, case studies que mostram como as TIC contribuem para estimular a actividade económica e gerar emprego através de um melhor acesso a informação sobre os preços do mercado de produtos base na Zâmbia; da microfinança móvel em Serra Leoa; e do registo e formalização de micro e PMEs nas Filipinas.

Um dos capítulos do relatório analisa o impacto económico da crescente utilização de serviços financeiros através do telemóvel, concluindo que os governos deveriam esforçar-se por criar um quadro regulamentar que garanta a confiança dos utilizadores no mobile banking.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.