Naqueles que foram os primeiros resultados financeiros após a entrada em bolsa, a

Groupon apresentou um prejuízo de 42,7 milhões de dólares no quarto trimestre de 2011, valor que mesmo assim representa uma redução acentuada na comparação com o último trimestre de 2010, quando a dívida da empresa ascendeu a 378,6 milhões de dólares.

Em contrapartida, as receitas para o mesmo período atingiram os 506,5 milhões, numa subida de 194% face a período homólogo.

A 12 meses, o prejuízo do site de compras coletivas saldou-se em 350,8 milhões de dólares, o que representa uma redução de 23,1% em relação aos 456,3 milhões negativos registados ao longo de 2010.

A receita anual, por sua vez, teve aumento extraordinário de 419%, para os 1,624 mil milhões, contra os 312,9 milhões de dólares no ano anterior.

A empresa revelou ainda que a base de clientes ativos situava-se, a 31 de dezembro de 2011, nos 33 milhões, valor que revelava um crescimento anual de mais de 275% e uma subida de 20% na comparação trimestral.

Para os primeiros três meses de 2012, a Groupon estima receitas entre os 510 milhões e os 550 milhões de dólares, numa ligeira subida face aos valores registados em idêntico período do ano passado.

Recorde-se que estes foram os primeiros resultados financeiros apresentados pela empresa desde a estreia em bolsa, em novembro de 2011.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Patrícia Calé

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.