Nos primeiros três meses deste ano, a Intel registou lucros na ordem dos 912 milhões de euros, um resultado que, apesar de ficar 12 por cento abaixo do observado no mesmo período de 2007, surpreende os analistas, que previam resultados abaixo dos realmente obtidos.



O volume de vendas da fabricante fixou-se nos 6,114 milhões de dólares, o que representou um aumento de 9 por cento face ao ano passado e que superou as estimativas de Wall Street.



Apesar de não serem propriamente positivos, os resultados dos primeiros meses foram encarados com naturalidade pela Intel e justificados como um reflexo dos custos despendidos na reestruturação da companhia.



Mostrando-se optimista para os próximos trimestres, Paul Otellini chega mesmo a revelar que os números do primeiro trimestre foram "excelentes" e que, no futuro, os resultados dos analistas voltarão a ser superados.



As palavras de optimismo da Intel contrastam com a situação da sua principal rival, a AMD, que, actualmente, atravessa um dos seus piores momentos, acompanhado de uma forte reestruturação ao seu negócio.



Notícias Relacionadas:

2008-01-16 - Intel aumenta lucros mas não convence analistas de mercado

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.