Esgotando os últimos cartuchos para assegurar a sua sobrevivência, a KPNQwest N.V., proprietária da maior rede europeia de fibra óptica, anunciou que pretende vender diversos recursos não estratégicos para evitar o colapso financeiro e consequente fecho de actividade. A empresa havia apresentado uma moratória aos tribunais holandeses no sentido de assegurar protecção de credores aos tribunais holandeses no dia 25 de Abril, que transformou ontem, 31 de Maio, num pedido de falência.

A operadora holandesa, que suspendeu pagamentos há já alguns dias, mantém-se em negociações com diversas companhias para vender diversos activos considerados não estratégicos e conseguir liquidez suficiente para permanecer no mercado pelo menos durante mais algum tempo.

Os bancos credores do Grupo holandês recusaram-se a fazer novos investimentos provocando sérias dificuldades em dezenas de empresas clientes que utilizam a sua rede de fibra óptica para transmitir dados e serviços de Internet. Assim, e porque o futuro ainda é incerto, a KPNQwest recomendou ontem aos seus clientes, entre os quais estão companhias como a Dell Computer e a Time Warner AOL, que comecem a procurar fornecedores alternativos de acesso à rede da fibra óptica, noticiou o serviço informativo Expansión Directo.

Em comunicado ontem emitido ao final da tarde, a KPNQwest Portugal Telecomunicações, Lda informa que é uma entidade jurídica autónoma e não será afectada pelo pedido de falência da empresa holandesa. A KPNQwest Portugal está presente em Portugal desde 1990, na altura sob o nome da Eunet que foi adquirida em 1990 pelo Grupo KPNQwest N.V.

A empresa portuguesa assegura que se encontra em “perfeitas condições para continuar a assegurar as suas responsabilidades e obrigações perante os seus clientes”. De forma a acautelar a continuidade do serviço na eventualidade de um colapso da rede pan-europeia da KPNQwest, embora isso não seja previsto a curto prazo segundo o comunicado, foi já contratada a continuação da conectividade internacional IP para manter os serviços.

Notícias Relacionadas:

2002-05-06 - KPNQwest pode estar em risco de falir


2002-03-27 - Comissão Europeia investiga possível abuso de posição do operador incumbente holandês KPN

2002-01-11 - Transacção de acções dissolve joint venture KPNQwest

2001-07-26 - Qwest presta acesso à Internet à AOL Time Warner

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.