O maior fundo privado de ativos do mundo, que é gerido pela tecnológica japonesa SoftBank e pelo governo da Arábia Saudita, vai dar aso àquele que será o maior fundo de investimentos para a indústria tecnológica. De acordo com o anunciado no passado sábado, estarão disponíveis 83 mil milhões de euros para os sectores da robótica, inteligência artificial, tecnologia financeira, computação móvel e outros.

A criação do fundo já tinha sido anunciada no passado mês de outubro, pelo multimilionário japonês Masayoshi Son, presidente do SoftBank, numa altura em que já teriam sido fechados acordos com alguns dos investidores que integram este grupo.

China cria fundo de 14 mil milhões para fazer do país uma “potência online”
China cria fundo de 14 mil milhões para fazer do país uma “potência online”
Ver artigo

"A próxima etapa da Revolução da Informação já está em curso e, para que consigamos construir os negócios que vão tornar isto possível, serão necessários investimentos de larga escala, sem precedentes e de longo prazo", afirmou o SoftBank Vision Fund em comunicado.

Para além do SoftBank e do Fundo de Investimento Público saudita, juntam-se a este grupo a Apple, a Qualcomm, a Foxconn, a Sharp e o Mubadala Investiment, do Dubai.

Só nos Estados Unidos, Son alega que este acordo tem o potencial para criar cerca de 50 mil novos postos de trabalho.

A estratégia de investimento busca obter participações maioritárias e minoritárias em empresas privadas e públicas, desde negócios emergentes, a companhias bilionárias estabelecidas.

O fundo, no entanto, espera ainda conseguir mais contribuições para alcançar a marca 100 mil milhões de dólares, pouco mais de 89 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.