Entre resultados e despedimentos para atenuar resultados há mais más notícias a afectar o sector da tecnologia. Depois de ontem a alemã SAP ter aproveitado a apresentação de resultados para anunciar que iria despedir 3 mil funcionários, é agora a vez da Toshiba se posicionar no campo das medidas anti-crise e revelar planos de despedimentos e estimativas de redução das vendas.

Os trabalhadores temporários que colaboram com a empresa são os alvos das medidas anti-crise. 4.500 Perderão o vínculo à empresa, que para o ano fiscal que termina no próximo mês de Março antecipa prejuízos de 2,3 mil milhões de euros, contra lucros de mil milhões de euros no passado. Nos próximos meses a fabricante de PCs também planeia uma redução superior a 50 por cento do volume de investimentos em semicondutores.

A Sony também confirmou as previsões que apontavam para os primeiros resultados negativos desde 1995, com perdas operacionais de 18 mil milhões de yens no trimestre. As vendas da PlayStation 3 nos últimos três meses do ano explicam em parte os resultados. A empresa vendeu no período 4,46 milhões de unidades, menos 9 por cento que o conseguido no mesmo intervalo do ano passado.

Do Japão chegaram outras notícias semelhantes protagonizadas pela Nintendo que reviu em baixa a previsão de lucros de 630 para 530 mil milhões de yens (5 mil para 4,5 mil milhões de euros).

Nos Estados Unidos a Sun também dá sinais do impacto da crise ao revelar perdas de 209 milhões de dólares no seu segundo trimestre fiscal (Outubro-Dezembro). A empresa justificou os maus resultados com a diminuição da procura de servidores e os encargos relacionados com as reduções de pessoal.

Muda a área, mantém-se o tipo de notícia. A AOL anunciou também o despedimento de 700 funcionários. A empresa alega que para enfrentar melhor a crise terá de focar-se nas áreas core do negócio e desinvestir nas restantes.

Para os próximos tempos mais notícias do mesmo género devem vir a público, à medida que os resultados financeiros das empresas são divulgados, desactualizando rapidamente todos os dados que vão sendo compilados nesta área. Um dos próximos nomes possíveis é a IBM que tem sido alvo de vários rumores neste sentido, ainda sem confirmação. As previsões dos sindicatos apontam para 2.800 visados pelos alegados planos de redução de pessoal.




Cristina A. Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.