A Microsoft decidiu alargar para 90 dias a oferta da suite Office 365 para pequenas empresas, em resposta à medida anunciada pela Google de que vai deixar de suportar no Gmail e Google Calendar o Exchange ActiveSync (EAS), e apenas vai suportar o protocolo de sincronização em novos clientes do Google Apps.

Os 90 dias gratuitos são o suficiente para que a chegada do novo Office convença alguns utilizadores a subscreverem a opção paga da suite profissional quando o período grátis terminar. Ao aliciar novos clientes, a Microsoft está a evitar que usem serviços da Google e acabem por ficar sem suporte nos novos Windows por falta de suporte e ferramentas de sincronização.

Ainda que não seja de forma declarada, mas a Google parece estar a querer travar uma pequena guerra de nervos com a Microsoft. Depois de ter anunciado que não vai desenvolver aplicações para Windows 8 e Windows Phone 8 por serem ecossistemas com poucos utilizadores, a 30 de janeiro vai também deixar de suportar a tecnologia de sincronização standard da Microsoft, em novos utilizadores.

O Exchange ActiveSync é a forma de ligar contas Gmail e Google Calendar aos novos sistemas operativos Windows, mas vai deixar de ser suportado - o que vai deixar muitos utilizadores "desamparados".

Em alternativa, a Microsoft também está a promover o uso do Outlook como serviço de correio eletrónico, e ensina numa página dedicada como fazer a transição entre serviços sem perda de dados, menos os que estão relacionados com o calendário.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.