O Netflix anunciou esta segunda-feira que vai aumentar a sua dívida para suportar parte dos custos das novas produções originais do site. No total são mais 800 milhões de dólares que, em consequência, vão elevar a sua dívida total para 3 mil milhões de dólares.

Apesar deste investimento a empresa esclarece que a verba será também alocada para outros "fins corporativos" como a aquisição de outros conteúdos, transações estratégicas e outros.

Na semana passada a Netflix anunciou que, para 2017, o orçamento total destinado a séries e filmes vai ascender a 6 mil milhões de dólares. De acordo com a CNBC, a plataforma é o segundo "meio" que mais dinheiro vai gastar em conteúdos no próximo ano.

Recorde-se que no último relatório trimestral os números apresentados pelo serviço evidenciavam um aumento do número de utilizadores superior ao esperado, sendo que o sucesso de várias séries originais, como Narcos e Stranger Things, foi apontado como o maior justificativo.

[caption][/caption]

A percentagem de conteúdos originais tem crescido de ano para ano e é público que a ideia passa por aumentar cada vez mais essa proporção. De acordo com David Wells, CFO do Netflix, o objetivo passa mesmo por chegar a uma divisão, entre conteúdo próprio e licenciado, de 50/50.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.