De forma a acelerar a investigação e desenvolvimento da quinta geração móvel, a Nokia conseguiu obter um importante financiamento de 500 milhões de euros junto do Banco de Investimento Europeu, uma medida inserida no Plano de Investimento para a Europa, conhecido como o Plano de Juncker.

O empréstimo irá permitir que a Nokia, um dos principais fornecedores europeus de tecnologia, invista na investigação, no desenvolvimento e inovação, visando a criação de tecnologias para o crescimento da Europa. A Comissão Europeia afirma que o portfólio da gigante finlandesa cobre todas as necessidades de uma operadora que necessite de oferecer todos os serviços para a era 5G. A sua rede de rádio, o protocolo de internet (IP), as redes óticas de transmissão, mas também as plataformas de serviços e o software associado colocam a Nokia em posição privilegiada para o arranque do 5G.

O empréstimo, que deverá ocorrer nos próximos 18 meses, terá um prazo médio de pagamento de cinco anos, segundo o comunicado da Comissão Europeia. “Estamos contentes por obter este financiamento com o Banco de Investimento Europeu, que partilha a nossa visão para a natureza revolucionária do 5G e a noção de que esta revolução já está a acontecer”, salienta Kristian Pullola CFO da Nokia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.