O acordo foi assinado esta manhã e uma das iniciativas em destaque é um novo centro, que reforça a presença e o investimento da Nokia em Portugal e que dará emprego a cerca de 300 profissionais.

O Centro de Serviços Partilhados, que vai estar localizado nas instalações da empresa na Amadora, vai agregar serviços de suporte ao negócio nas áreas financeira e logística da Nokia e deverá ter uma intervenção à escala mundial. A qualificação dos profissionais nas áreas em questão, assim como o facto de o país estar localizado numa zona estratégica, com um fuso horário favorável, e a presença da Nokia no país, foram alguns dos elementos determinantes na escolha de Portugal.

A empresa prevê integrar profissionais com diversos perfis e níveis de experiência, sobretudo associados a finanças, gestão de pagamentos e encomendas de cliente, e com competências em Master Data e Análise de Dados.

Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital,  destaca a importância do investimento que é relevante para a sociedade portuguesa e também uma prova de confiança em Portugal num momento de incerteza.

O novo centro vem reforçar outros centros da Nokia já existentes em Portugal nas áreas de finanças, logística e compras e Sérgio Catalão, Diretor Geral da Nokia Portugal, destacou também a intenção de colaborar para acelerar a transição digital.

Nova unidade de inovação da Nokia em Portugal acolhe 400 profissionais
Nova unidade de inovação da Nokia em Portugal acolhe 400 profissionais
Ver artigo

A Nokia tem presença em Portugal com operações na área de equipamentos de rede, software e serviços, mas também a nível da investigação e desenvolvimento para a Nokia global, através das suas unidades de inovação localizadas na Amadora e Aveiro. Acolhe ainda um dos Centros Internacionais de Engenharia que gere remotamente redes de banda larga para alguns dos principais operadores mundiais.

O acordo hoje celebrado entre a empresa e o Governo estabelece a Nokia como uma empresa de referência para o Plano de Ação para a Transição Digital no eixos Pessoas, Empresas e Estado Digital. Segundo o que foi partilhado, a Nokia irá participar em iniciativas de promoção de competências digitais em estabelecimentos de ensino e no seio do tecido empresarial português, bem como colaborar em projetos de modernização e digitalização da administração pública. O foco do memorando de entendimento recai sobre tecnologias 5G, cibersegurança e computação na cloud.

Nos últimos meses o Governo tem assinado vários memorandos de entendimento com empresas da área tecnológica, entre as quais a Microsoft, Google e Facebook.

Nota da Redação: A notícia foi atualizada com mais informação.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.