Como parte da habitual atualização anual, a Oracle anunciou no início da semana vários novos recursos para a suite Oracle Fusion Cloud Customer Experience (CX). O chairman e CTO Larry Ellison deixou claro que a gigante tecnológica quer diferenciar-se das soluções de gestão de clientes da concorrência, que oferece apenas monitorização de equipas.

Numa conversa com Rob Tarkoff, Executive vice-presidente da Oracle CX and Data Cloud, durante o Oracle Virtual CX Summit, Larry Ellison falou de como o mercado e as necessidades das empresas mudaram e de como isso afetou o relacionamento com o cliente.

“Hoje precisamos de suites integradas no front office e no back office”, apontou o chairman da Oracle. “À medida que o mercado evoluiu passámos de ter um produto isolado, como as vendas, para integrações simples, entre vendas e serviços por exemplo, até às suites completas onde temos vendas, serviços, inventário, contabilidade, recursos humanos, que se ligam todos para fornecer conjunto unificado de automação ao cliente”.

Larry Ellison acrescentou que a Oracle está a inovar ao integrar a automatização de vendas no back office com o objetivo de ajudar os clientes a venderem melhor e não a preverem melhor. Esta é uma “diferença fundamental” entre a automatização de vendas de primeira geração e a automatização de vendas de segunda geração, sublinhou.

“Os motores de recomendação dizem ao cliente a quem é que deveria vender, dizem-lhe quais são as melhores referências para aquele cliente, geramos depois automaticamente anúncios para influencers e decisores naquele cliente, e conseguimos até gerar automaticamente propostas e apontar oportunidades no nosso sistema de vendas automatizadas. É impossível fazer isso sem integrar todas as peças da suite: vendas a serviços, front office para back office, front office e back office para HCM. Só é possível numa suite integrada por oposição a soluções pontuais”.

Compras e vendas reforçadas

Entre as novas funcionalidades da Oracle Fusion Cloud Customer Experience (CX) na área das vendas está a pontuação preditiva de leads que, com a ajuda da Inteligência Artificial (IA), gera pontuações para probabilidades, apontando as melhores oportunidades de impacto.

Aposta-se também numa nova experiência do utilizador, com a aplicação CX Sales Mobile, destinada a promover interações naturais e inteligentes; em processos de vendas simplificados, com uma nova integração entre o Microsoft Teams e o Oracle CX Sales, que permite que os vendedores trabalhem em ferramentas de colaboração sem se preocuparem com a perda ou duplicação de dados; e na previsão de vendas avançada, em que um novo painel de planeamento ajuda os vendedores a tomarem melhores decisões com visualizações de tendências de previsão em evolução e modelos completos de receita.

A experiência de compra virtual sai reforçada com os novos recursos de IA adicionados à CX Commerce, que oferecem recomendações e pesquisas otimizadas e integradas, e com a integração com a Unity, a plataforma de dados do cliente da Oracle, e a ligação nativa ao sistema de gestão de dados do cliente.

Foram igualmente adicionados recursos simplificados de gestão de configuração, novos recursos de gestão e assinatura e novas funcionalidades de integração entre a aplicação Oracle CX Commerce e ao Oracle CX Content, que permitem oferecer aos compradores o conteúdo e informação de produto de que necessitam para fazerem as suas decisões de compra em self-service.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.