Os investimentos da Uber nos carros autónomos não deixam margem para dúvidas acerca das intenções da empresa para conquistar este setor emergente. Depois de ter “soltado” os seus primeiros carros de condução autónomo nas ruas de Pittsburgh, nos Estados Unidos, a tecnológica faz agora tenções de atravessar o oceano Atlântico e começar a mapear as ruas de Londres.

Citando um porta-voz da Uber, o The Wired avança que dezenas de carros de mapeamento com o dístico “U” estão para chegar à capital britânica. Apesar de não de ser indicada uma data para esta chegada, a mesma fonte afirma que as operações devem ser estendidas a outras cidades do Reino Unido, depois de Londres.

A Uber não é nova nestas “andanças” dos carros autónomos. Já em maio de 2015 foram avistados veículos identificados como pertencendo à empresa norte-americana e que estavam equipados com a parafernália necessária para fazer o mapeamento de estradas. Os testes de tecnologias de condução automática foram pela primeira vez testemunhados em Pittsburgh, onde a Uber estreou ontem a sua frota de carros que se conduzem sozinhos.

Para além disso, a empresa tem vindo a adquirir tecnologias que tornem os seus serviços menos dependentes de terceiros. Exemplo é a compra da divisão de mapas do Bing, da Microsoft. Esta aquisição permitiu à Uber reduzir a sua dependência dos mapas da Google, uma das suas principais concorrentes na esfera da condução autónoma.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.