A Microsoft vai formar vinte milhões de europeus em Tecnologias de Informação durante os próximos cinco anos, ao abrigo de uma iniciativa de literacia digital que está a promover com outras empresas do sector. Parte do investimento previsto será canalizado para Portugal, onde um milhão de indivíduos poderá beneficiar das acções de formação, nomeadamente desempregados, trabalhadores mais velhos e deficientes.



À margem do Government Leaders Forum, que decorre em Lisboa, o director-geral da Microsoft Portugal, João Paulo Girbal, explicou que a iniciativa vai ser desenvolvida em conjunto com os ministérios do Trabalho e da Solidariedade Social e da Educação, acrescentando que a empresa será responsável pela formação de formadores, a título gratuito.



Pelas declarações de João Paulo Girbal, recolhidas pela Lusa, não ficou esclarecida a existência ou não de relação entre o novo projecto e o Programa TII – Tecnologia, Inovação e Iniciativa, divulgado no passado dia 16 de janeiro (ver Notícias Relacionadas).



O projecto - proposto pela Microsoft Portugal - integra-se na European Alliance on Skills for Employability, denominação escolhida para a iniciativa de âmbito maior que compreende a formação em TI de vinte milhões de pessoas na União Europeia nos próximos cinco anos e que visa maioritariamente a reintegração de desempregados no mercado de trabalho.



A aliança, anunciada por Jean-Philippe Courtois, presidente da Microsoft International, incluirá empresas como a Cisco Systems e a State Street, que investirão 60 milhões de euros no projecto para oferecer acesso à tecnologia, formação e certificação de competências requeridas pelos empregadores.



A par da European Alliance on Skills for Employability, a empresa norte-americana anunciou igualmente o aumento do número de Centros de Informação em TI, as chamadas IT Academies, para a região EMEA, que deverão passar dos cerca de 2.000 para 8.000 até 2010, com o objectivo de oferecer acesso local a competências tecnológicas a mais de seis milhões de adultos. Estima-se que, através das IT Academies, mais de dois milhões cidadãos venham a obter certificações reconhecidas pelas entidades empregadoras em toda a Europa.



Notícias Relacionadas:

2006-01-31 - Nova estratégia da Microsoft para Governo Electrónico quer combater burocracia

2006-01-31 - Visita de Bill Gates dá impulso a Plano Tecnológico do Governo

2006-01-16 - Programa TII da Microsoft vai formar 3 mil desempregados do sector têxtil

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.