Um estudo orientado pela IDC concluiu que as PMEs portuguesas são responsáveis por um terço da despesa realizada pelo mercado empresarial em Tecnologias da Informação, o que corresponde a cerca de 765 milhões de dólares.

Segundo o relatório "PME: Sondagem e Previsões, 2004 - 2008", os últimos anos têm sido marcados por uma preocupação acrescida na inovação tecnológica por parte das pequenas e grandes organizações. Todavia, a crise económica sentida no país obrigou à adopção de medidas exigentes, nomeadamente no que respeita à redução dos níveis da despesa em TI por parte das PMEs.

A consultora indica que perante este cenário, é natural que a recuperação da economia tenha repercussões no crescimento dos investimentos em TI, muito justificado pelo atraso tecnológico verificado nas empresas, esperando-se um crescimento consideravelmente superior face ao PIB. A IDC prevê que a despesa neste sector cresça sete por cento entre 2003 e 2008.

Endereçando o facto de nem todos os segmentos serem atractivos para os fornecedores de TI, devido à heterogeneidade das organizações e à dimensão, o estudo apresenta algumas recomendações para as actividades de marketing dos fornecedores de TI no segmento das PMEs.

Notícias Relacionadas:

2005-05-06 - APS quer optimizar investimentos em TIs no sector segurador

2005-04-07 - Empresas encaram TI como ferramenta competitiva para os próximos cinco anos

2005-01-05 - IDC pressagia para 2005 muita turbulência e fraco crescimento no sector das TI

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.