Nos primeiros nove meses do ano a Portugal Telecom registou receitas de exploração de 1.460 milhões de euros, numa melhoria de 5,4 por cento em relação ao período homólogo de 2003. A operadora reportou um EBITDA de 1.769 milhões de Euros, equivalente a uma margem de 39,7 por cento.



Em comunicado a empresa nota mais uma vez o forte crescimento das receitas de TV por subscrição e de banda larga, numa subida de 1,4 por cento para 1.372 milhões de Euros nestes primeiros nove meses do ano. Estas receitas "mais do que compensaram a diminuição das receitas de tráfego na rede fixa", explica.



Nesta área o crescimento do ADSL e a adesão aos novos planos de preços permitiram à Portugal Telecom uma subida das receitas líquidas de retalho na rede fixa, com um crescimento de 2,7 por cento para 857 milhões de Euros.



Em termos de números de acessos de rede fixa, a subida foi nestes 9 meses de 2,7 por cento, sendo a área de banda larga (ADSL + Cabo) a que maior crescimento registou em termos de indicadores, com uma subida de 85,7 por cento. Já os móveis mantêm crescimentos significativos, com um ganho de 27,7 por cento.



Note-se ainda que a receita média por utilizador na rede fixa (ARPU) subiu ligeiramente para os 35,8 euros mensais, mais 1,4 por cento do que nos primeiros nove meses de 2003.

Notícias Relacionadas:

2004-09-07 - Resultados líquidos do Grupo PT aumentam 124,8% no primeiro semestre de 2004

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.