Com a entrada em vigor do RGPD cada vez mais próxima, o Observador Cetelem divulgou resultados do estudo Consumo 2018 Millennials sobre questões de privacidade que indicam que 70% dos portugueses temem a utilização incorreta dos seus dados pessoais por terceiros, sobretudo quando não são usados em seu proveito. Segundo as conclusões, os polacos são os mais desconfiados, com 77%, seguindo-se os búlgaros com 74% e os franceses com 71%, juntando-se Portugal e Itália com os mesmos valores.

Ainda esta semana a Comissão Europeia apresentou um novo conjunto de propostas, com o objetivo de reforçar os direitos dos consumidores, e a sua aplicação no espaço da União Europeia, onde se inclui a clarificação da legislação e penas mais pesadas para a utilização indevida de dados.

Estados-membros reúnem-se para nova jornada sobre o futuro digital da UE
Estados-membros reúnem-se para nova jornada sobre o futuro digital da UE
Ver artigo

O estudo apresenta outros dados referentes às compras dos cidadãos europeus. Os portugueses acham que as lojas começam a ficar cada vez mais padronizadas, com 77% dos inqueridos a sentirem uma diminuição do número de lojas de locais. Outra questão do estudo referiu-se à escolha ao dispor dos consumidores, onde 72% dos portugueses afirmam que há cada vez menos opções. Sobre o futuro do atendimento nas lojas, 70% da população nacional que respondeu ao questionário receia que haverá menos pessoas no atendimento nas lojas.

O estudo Observador Cetelem Millennials 2018 teve como base um inquérito realizado a 13.800 pessoas, em 17 países, com idades compreendidas entre os 18-75 anos. Em Portugal foram inquiridas 1.000 pessoas, 500 dos quais com idades entre os 18-34 anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.