As redes sócias não são apenas um ponto de convívio. Podem também ser um repositório de informação sobre candidatos a emprego. É o que indica uma pesquisa realizada nos Estados Unidos. O documento indica que mais de um em cada cinco empregadores procura informação sobre candidatos a emprego nestas plataformas.
A prática é para 22 por cento das empresas inquiridas pelo CareerBuilder.com uma das componentes do processo de selecção.

O número apurado revela uma duplicação do número de empresas com esta preocupação nos últimos dois anos. Nove por cento das empresas inquiridas garante ainda não o fazer, mas revela intenções de o vir a fazer em breve.

Quase metade das empresas que usa redes sociais para procurar informação admite procurar indícios da utilização de drogas ou álcool pelos potenciais empregados, bem como sinais de comportamentos menos apropriados.

Trinta e quatro por cento dos inquiridos garante que as pesquisas nas redes sociais já lhes permitiram encontrar informação que os demova da intenção de contratar determinado candidato.

Notícias Relacionadas:
2008-08-12 - Como se distribui a popularidade das redes sociais pelo mundo?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.