A Research in Motion anunciou que vai despedir 2 mil pessoas, o correspondente a 10 por cento da sua força de trabalho. A medida insere-se no âmbito de um plano de corte de custos que procura responder aos maus resultados apresentados pela companhia recentemente. Os cortes serão transversais e visam permitir que a empresa "se foque nas áreas que oferecem melhores oportunidades de crescimento", disse hoje a RIM.



Os empregados afetados pela medida começam a ser informados da decisão ao longo desta semana, clarificou a fabricante dos smartphones BlackBerry. Mais informação sobre o assunto - e o impacto das medidas - a RIM só conta fornecer com a próxima apresentação de resultados trimestrais, agendada para 15 de Setembro.



A fabricante canadiana anunciou também esta manhã a nomeação de dois novos executivos que dividem o cargo de diretor de operações (COO), nas componentes de vendas / produtos e operações.



A RIM apresentou resultados trimestrais no final do mês de Junho. No trimestre fiscal terminado no mês anterior conseguia lucros de 695 milhões de dólares, menos 9 por cento que no período homólogo. As receitas, no entanto, aumentaram para os 4,9 mil milhões de dólares, quando comparadas com os mesmos três meses do ano anterior.



Quando apresentou os resultados a empresa admitiu logo a necessidade de medidas de contenção de custos, que começam agora a ser detalhadas. A RIM tem vindo a perder quota de mercado, sobretudo nos Estados Unidos, o seu maior mercado.



Dizem os analistas, que a falta de inovação no lançamento de novos serviços tem prejudicado a capacidade competitiva da empresa, face a concorrentes como a Apple ou o Google (que através do Android compete sobretudo pelo factor preço).

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.