A notícia é avançada pelo Global Times que explica que a Huawei está a testar o seu primeiro smartphone com o sistema operativo (SO) HongMeng, podendo ser lançado no mercado no final deste ano, no último trimestre de 2019.

Com um valor a rondar os 288 dólares (258 euros), o modelo será de gama baixa a média. O objetivo é atrair developers e utilizadores para se juntarem ao ecossistema, alegam fontes anónimas ao jornal chinês.

Um dos testes ao sistema estará relacionado com a sua compatibilidade com aplicações Android. "Os novos smartphones da Huawei com o SO HongMeng vão estrear-se no mercado no quarto trimestre. Espera-se que o smartphone surja na mesma altura do Huawei Mate 30", afirmou uma fonte ao website.

Além dos smartphones e do uso industrial, a Huawei tem planos maiores para o HongMeng OS. O jornal divulgou que, ao contrário do sistema Android, que é baseado no Linux, a ideia da Huawei em desenvolver o HongMeng é semelhante ao Google Fuchsia, que pode integrar mais facilmente inteligência artificial e funcionar em múltiplas plataformas.

No final de maio, Richard Yu, CEO da Huawei, já tinha confirmado numa conversa privada que a empresa estaria prestes a lançar o próprio sistema operativo da marca para aparelhos móveis. Na altura, fontes anónimas apontaram o período do outono como a altura para o lançamento.

Pouco tempo depois de os Estados Unidos terem colocado a Huawei numa lista negra com várias sanções, a tecnológica chinesa pediu o registo do seu próprio SO em nove países. A empresa chinesa estaria a preparar-se para a possibilidade de ser impedida de continuar a utilizar o SO Android.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.