Com a fusão da S21Sec com a espanhola Nextel, o "braço" tecnológico do grupo vai contar com "cerca de 400 profissionais de altamente especializados” em cibersegurança e com uma base de clientes que “inclui a maioria das grandes empresas ibéricas”.

Para a subsidiária da Sonae “a capacidade de continuar a inovar e de prestar serviços avançados na resposta à crescente complexidade do cibercrime” será reforçada, sendo este “um passo decisivo na criação de um líder europeu em cibersegurança”.

"Com a operação entre a S21sec e a Nextel consolidamos o projeto que iniciámos em 2014 com a entrada no capital da S21Sec, reforçado em 2016 com o investimento na Sysvalue, e damos um passo determinante que posiciona a empresa combinada como um dos líderes no panorama de cibersegurança europeu", afirma o director executivo da Sonae IM, Carlos Alberto Silva, em comunicado.

A S21Sec é considerada líder e pioneira em cibersegurança no mercado ibérico, com presença na América Latina, enquanto a Nextel é uma empresa espanhola com 30 anos de experiência, sendo uma referência em serviços de auditoria e consultoria, bem como de integração de soluções de cibersegurança.

Recorde-se que a empresa liderada por Cláudia Azevedo subscreveu na totalidade uma ronda de financiamento da Secucloud, empresa alemã que fornece soluções de cibersegurança para operadores de telecomunicações, em novembro do ano passado.

O negócio surgiu depois do investimento na Ometria, plataforma londrina de marketing na área da inteligência artificial e da entrada no capital da norte-americana Arctic Wolf Networks, empresa especialista em cibersegurança.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.