A fabricante chinesa registou uma descida de 51% nos lucros do último trimestre, que desceram dos 214 milhões de dólares (193 milhões de euros) do período homólogo, para os 105 milhões de dólares (94 milhões de euros). As receitas cresceram apenas ligeiramente (3%), para 10,7 milhões de dólares (9,6 milhões de euros)

Face aos resultados obtidos naquele que considerou ser o “ambiente de mercado mais difícil dos últimos anos”, a empresa vai avançar com uma estratégia de redução “significativa” de custos que passa pelo corte de 1,35 mil milhões de dólares por ano e pelo despedimento de 3.200 postos de trabalho fora das fábricas - cerca de 5% da sua força de trabalho em todo o mundo.

De acordo com os resultados trimestrais, a Lenovo sofreu um decréscimo de 13% nas vendas de PCs, face a igual período de 2014, uma área que representa cerca de um terço das suas receitas. Já o negócio dos telemóveis, onde se insere a marca Motorola, cresceu 33%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.