A Virgin Hyperloop One anunciou que vai expandir as suas operações à Europa. A empresa, que resultou da aquisição da Hyperloop One por parte da Virgin, vai abrir um centro de investigação e desenvolvimento em Bobadilla, Espanha, e o investimento vai rondar os 500 milhões de dólares.

A infraestrutura vai servir para construir, testar e certificar vários dos componentes que farão parte dos sistemas de transporte hyperloop. O centro deverá estar operacional em 2020 e deverá acomodar entre 200 a 300 novos profissionais.

Virgin Hyperloop One pode vir a "traçar" uma nova rota da seda
Virgin Hyperloop One pode vir a "traçar" uma nova rota da seda
Ver artigo

Em declarações ao The Verge, a empresa confirmou que não existirá um troço de teste neste local.

"Para que o hyperloop se torne comercialmente viável, é preciso que o transporte se torne seguro e fiável - a segurança é a nossa primeira prioridade", afirmou, em comunicado, o CTO da empresa, Josh Giegel. "Há quatro anos que estamos a testar e a melhorar a nossa tecnologia [...]. Em última análise, este centro vai ajudar-nos a servir os nossos projetos principais e a crescer o negócio para que consigamos dar resposta à procura que vai existir mundialmente no futuro", conclui.

Na Europa este é já o segundo centro de testes que a tecnológica tem planeado. O primeiro foi anunciado em 2017 estando previsto para França.

tek bobadilla
Bobadilla, Espanha

Mais importa dizer que Bobadilla está a tornar-se num hub tecnológico para empresas especializadas no sector dos transportes. De acordo com a Virgin Hyperloop One, a região aloja cerca de 9 mil empresas e 20 mil colaboradores afetos a este segmento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.