Ainda durante o dia de hoje, 2 de setembro, a Verizon Communications e a Vodafone devem anunciar um acordo para um negócio no valor de 130 mil milhões de dólares, o que colocaria a operação no top três das maiores fusões e aquisições de sempre. A operadora norte-americana vai comprar os 45% da congénere britânica na joint-venture Verizon Wireless, responsável pelo negócio de rede sem fios nos EUA.

De acordo com as informações da imprensa internacional, a administração da Vodafone já terá reunido durante o dia de ontem, enquanto os executivos da Verizon devem dar luz verde ao acordo ainda hoje. A operação só deve ser oficializada ao final do dia quando a bolsa de valores de Londres fechar.

Segundo as informações até agora apuradas, metade do valor seria pago em ações e a segunda parte seria paga em dinheiro. A Verizon terá chegado a acordo com quatro bancos norte-americanos para financiar a operação.

A concretização do negócio vai trazer algumas alterações para a Vodafone como empresa, já que as receitas e lucros devem diminuir nos próximos trimestres. A operadora britânica fica ainda mais dependente do sucesso no mercado europeu, onde tem presença em vários países incluindo Portugal.

É de esperar que nos próximos tempos a Vodafone invista parte do dinheiro conseguido no reforço de infraestruturas e em aquisições de empresas mais pequenas para reforçar a sua presença em novos mercados.

O negócio não aparece como uma surpresa, nem mesmo nos valores envolvidos, mas é o culminar de vários meses de especulações e de recuos e avanços. Desde a semana passada que as ações da Vodafone já valorizaram 17% por causa dos rumores de um acordo eminente com a Verizon.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.