A ANACOM avança que, devido às medidas colocadas em prática para travar a propagação da COVID-19, o tráfego de comunicações eletrónicas está a aumentar. Tendo por base os mais recentes dados das três principais operadoras de telecomunicações, a entidade reguladora registou um aumento de 47% no tráfego de voz e de 52% no de dados, para além de alterações na forma como os portugueses usam os serviços em questão.

Acréscimo de tráfego comparativamente ao período anterior à pandemia
créditos: ANACOM

O tráfego de voz fixa registou um aumento significativo, contrastando com a situação de queda em que se encontrava desde 2013. A ANACOM refere que o peso do tráfego aumentou também em relação ao da voz móvel. O tráfego de banda larga fixa também cresceu, sendo que se prevê que continue a aumentar face ao decréscimo do de dados móveis.

De acordo com a informação disponibilizada pelas operadoras, a entidade reguladora indica que o perfil de utilização dos portugueses não regista diferenças significativas. Registam-se se apenas uma redução do tráfego à hora das refeições e um aumento o período entre as 07h0h e as 23h00, com um pico às 22h00.

Comunicações eletrónicas têm regras diferentes durante Estado de Emergência. O que pode mudar?
Comunicações eletrónicas têm regras diferentes durante Estado de Emergência. O que pode mudar?
Ver artigo

Em linha com os primeiros números apresentados pelas três principais operadoras de telecomunicações em Portugal, a ANACOM esclarece que, até à data, não tem registado situações de congestionamento de redes.

O regulador afirma que a situação está em concordância com o que se tem vindo a observar nos restantes países da União Europeia, como foi sublinhado no recente comunicado conjunto da Comissão Europeia e do BEREC, o Organismo de Reguladores Europeus das Comunicações Eletrónicas,

Recentemente, a MEO, a Vodafone e a NOS, deram a conhecer os primeiros números acerca do impacto da Covid-19 nas comunicações, os quais demonstram uma mudança de hábitos, e um aumento significativo na utilização de dados.

A Altice e a Vodafone indicam que é na rede fixa onde se sente maior impacto em termos de utilização, embora a informação não seja totalmente comparável entre as duas empresas. A Altice avança uma comparação entre a semana de 16 a 22 de março e a semana anterior, enquanto a Vodafone compara com "uma semana normal" de fevereiro e a NOS refere "semanas anteriores".

MEO, NOS e Vodafone registam aumentos de tráfego de mais de 80% em alguns serviços
MEO, NOS e Vodafone registam aumentos de tráfego de mais de 80% em alguns serviços
Ver artigo

Existem alguns hábitos diferentes entre os clientes das três operadoras, com a MEO a sentir mais peso no VoIP e vídeo on demand, que aumentou 75%. A NOS tem o maior crescimento no serviço de voz fixa, chegando a 144% de aumento. Já a Vodafone acusa maior intensidade no consumo de dados na rede fixa, com um crescimento de 67%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.