Os norte-americanos e os europeus parecem pouco informados sobre a IPTV, ou televisão por Internet. Um estudo da Accenture a 6.000 consumidores dos Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha, Espanha e Itália mostra que 46 por cento dos inquiridos não entendem o significado do termo IPTV. Apesar da falta de informação, a Accenture defende que há um forte interesse pela tecnologia.



O custo é citado pelos inquiridos como sendo a maior barreira para a sua adopção da TVIP (54%), seguida das preocupações com a segurança (38%) como vírus de computadores, e a qualidade geral do serviço (39%), incluindo as más ligações.



"Menos publicidade" e "poder escolher programas mais especializados", seriam possibilidades que agradariam, respectivamente, a 55 e a 47 por cento dos inquiridos e que poderiam levá-los à subscrição de um serviço de IPTV.



Os jovens adultos são, entre a população inquirida, aqueles que mostram uma maior disponibilidade para adoptarem e pagarem serviços de IPTV, uma tendência consistente nos seis países representados no estudo.



A melhoria dos serviços de televisão passaria, para 30 por cento dos inquiridos, pelo "acesso a um maior número de filmes", enquanto 36 por cento consideram mais importante "serem capazes de criar o seu próprio canal, para verem os conteúdos preferidos sempre que quiserem".



Apesar de se verificar um forte interesse no conceito de IPTV, a Accenture aconselha os fornecedores de serviços a focarem-se no marketing e na informação ao utilizador final.



Notícias Relacionadas:

2005-05-02 - Sonaecom quer arrancar com TV sobre IP no segundo semestre

2005-02-23 - Alcatel e Microsoft fazem acordo para o desenvolvimento de solução IP para televisão

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.