Os dispositivos que vão assegurar o pagamento de portagens nas SCUT que a partir de um de Julho passam a ter circulação paga (Norte Litoral, Grande Porto e Costa da Prata) começam hoje a ser vendidos.



Os identificadores que comunicam com o primeiro sistema de portagens do país exclusivamente virtual podem ser reservados nas lojas dos CTT ou da Via Verde. Têm um custo de 25 euros, valor que será devolvido em viagens, para quem adquirir o dispositivo nos próximos seis meses (após essa data vai custar 22,99 euros). Já a utilização das vias rodoviárias visadas pelo sistema sem que este seja utilizado dá lugar a uma multa de 75 euros.



Os automobilistas, que a partir de hoje tentarem comprar o DEI - Dispositivo Electrónico de Matrícula, recebem um comprovativo de requisição que é válido até à recepção do sistema, que identifica cada veiculo através de um código e classe do veículo a que podem juntar-se outras características, se o utilizador pretender.



A utilização do DEI pode estar associada a três formas de pagamento de portagens: o pré-pagamento, que está disponível em duas versões: com identificação do proprietário do veiculo ou de forma anónima e o pagamento pós-pago, que associa o cliente a uma conta bancária e permite o pagamento por transferência.



A polémica em torno da introdução do novo sistema de portagens continua no entanto activa. O PCP foi o primeiro partido a levar o caso à Assembleia da Republica, como TeK já tinha referido, mas não é o único a propor alterações ao modelo que no dia um de Julho deve começar a funcionar.



O partido liderado por Jerónimo de Sousa tem agendado para 9 de Julho uma discussão sobre a introdução de portagens. Os restantes partidos projectos de revogação da proposta do PS, que esta semana serão discutidos.



Alguns grupos da sociedade civil recomendam por isso que os utilizadores não façam ainda a pré-reserva do sistema, até que a situação seja clarificada. O ACP - Automóvel Club de Portugal - é uma das aassociações que aconselha os utilizadores a aguardar pela votação no Parlamento antes de reservarem o sistema.


À TVI Marcos Batista, dos CTT, assegura que o pré-registo no novo sistema, se for feito online “dá um papel autenticado que permite circular nas autoestradas desde o dia 1 [de Julho], e no caso dos CTT terá que depois passar por uma estação até dia 21 de Julho para presencialmente serem vistos os documentos e ser efectivado o pedido de reserva”.



Nota da Redacção: A notícia foi actualizada com mais informação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.