A consultora prevê que em 2018 pelo menos metade dos utilizadores de tablets e smartphones os usem como primeira opção para todas as atividades online, remetendo os computadores para segundo lugar.

Nos países em desenvolvimento, os smartphones foram adotados quase exclusivamente como os dispositivos móveis únicos, enquanto nos países desenvolvidos a escolha é mais variada, registando-se um crescimento mais rápido com os tablets. Muito em breve, os dispositivos wearable prometem entrar na "corrida".

O relatório sugere igualmente que em 2018, os países em desenvolvimento irão representar 78% das vendas de smartphones em todo o mundo.

Com os preços a descerem, em 2020, três quartos dos utilizadores (75%) estarão a pagar menos de 100 dólares por dispositivo móvel, diz a Gartner.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.