A União Europeia passou a contar com a sua própria equipa permanente de resposta a emergências informáticas. A criação da CERT-EU (Computer Emergency Response Team - European Union) foi decidida depois do sucesso de um projeto-piloto realizado ao longo de um ano.



As equipas de resposta rápida são compostas por peritos informáticos que têm como missão dar uma resposta rápida a incidentes no domínio da segurança informática e das ciberameaças. Atuam ao nível da prevenção e da sugestão de medidas que ajudem a corrigir vulnerabilidades e ameaças. Têm a particularidade importante de funcionar de forma interligada entre si, formando uma comunidade de peritos.



"As instituições da UE, à semelhança de outras organizações importantes, são frequentemente vítimas de incidentes no domínio da segurança informática", reconhece Maros Sefcovic, vice-presidente da Comissão Europeia. A CERT-EU apoia na proteção contra essas ameaças.



"Trata-se de um exemplo muito bem-sucedido do que as instituições da UE podem conseguir quando trabalham em conjunto. Queremos que a nossa equipa figure entre as melhores", acrescenta o mesmo responsável.



A criação de uma CERT estava prevista na Agenda Digital. A formação da equipa avançou em fase de testes e passa agora a definitiva, reforçando os mecanismos de defesa e prevenção de ameaças no suporte das instituições europeias.



O programa europeu também prevê a criação de CERT ao nível dos Estados-membros, com o objetivo de formar uma rede europeia, uma medida que estava prevista chegar ao terreno em 2012.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.