A Comissão Federal das Comunicações dos Estados Unidos (FCC) aprovou novas regras para as licitações da licença de telecomunicações na faixa dos 700 MHz direccionada para redes de banda larga sem fios, que ficará livre após a migração da TV Digital para o cabo, em 2009.



A largura nova utilização do espectro permitirá que os consumidores possam fazer o download e utilizar os serviços e aplicações móveis que queiram sem ter de sofrer qualquer tipo de restrição por isso, deixando, por isso, de estar sujeito às redes proprietárias actuais.



Por seu turno, os revendedores passam a ter a possibilidade comprar serviços ao fornecedor das frequências, que passa a deter um terço do total do espectro, permitindo aos seus clientes ligações sem fios em qualquer ponto de localização. A segurança da utilização do espectro de banda larga ficará a cargo de uma rede pública criada no âmbito da nova licença.



O Google já demonstrou interesse em participar na licitação com um investimento de 4,6 mil milhões de dólares caso a FCC concorde com as suas condições, que, no entender da empresa, visam uma concorrência saudável no mercado: manter as frequências abertas para qualquer companhia de Internet ou revendedor de serviços sem fios e permitir que os utilizadores possam escolher livremente quais os equipamentos e fornecedores de serviços que querem utilizar.



O prazo final para a decisão está marcado para dia 28 de Janeiro do próximo ano. As estimativas indicam que a licitação máxima pode ir até aos 15 mil milhões de dólares.




Notícias Relacionadas:

2007-07-20 - Google pode candidatar-se a espectro de 700MHz para banda larga sem fios

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.