Para funcionar o sistema a que a empresa chamou Hands Free tira partido dos sensores no dispositivo móvel e usa-os para se ligar ao ponto de venda e indicar a presença do utilizador no espaço, mesmo antes de este querer fazer um pagamento. Para assegurar esta ligação também tira partido do Bluetooth, do Wi-Fi e de serviços baseados na localização.

Na altura de pagar o utilizador só tem de indicar que quer pagar com o Google, oralmente, e fornecer as suas iniciais. Entretanto o lojista tem acesso à informação da conta do cliente, onde também pode ver uma fotografia do utilizador e confirmar se está na presença do legítimo dono da conta.

Por enquanto o novo sistema de pagamentos está a ser testado apenas na zona da Baia de São Francisco. Funciona com base numa aplicação que está disponível para iOS e para Android e pode ser usada num leque restrito de lojas, onde se incluem os restaurantes McDonalds.  

A empresa garante que o Hands Free, explicado no vídeo que pode ver abaixo, é apenas um piloto, por enquanto sem planos de expansão. Na área dos pagamentos móveis a empresa já tem o Android Pay que é aceite em dois milhões de lojas nos Estados Unidos. Em Portugal a solução ainda não está disponível. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.