A Mastercard prepara-se para apresentar aos organismos públicos portugueses um sistema que lhes permita efectuar os seus pagamentos de forma electrónica, escreve hoje o Diário Económico, citando informações avançadas pelo country manager para Portugal.

"A intenção é ter um projecto centralizado e com possibilidade de ser implementado até final deste ano, início do próximo", adiantou Paulo Raposo.

Neste momento está a ser feito um levantamento das necessidades dos organismos públicos, estando a decorrer "conversações com clientes, instituições e associações públicas", escreve o jornal.

Ao que o TeK apurou, o investimento da Mastercard deve-se ao facto de, ao contrário do que acontece noutros países, o sector público português ainda não ter um sistema de pagamento electrónico, e ao potencial interesse que esta poderia ter numa situação financeira de "crise" como a actual.

Este tipo de soluções são apontadas como uma forma de reduzir as despesas de manuseamento do dinheiro e custos associados aos pagamentos que são simplificados se forem feitos electronicamente.

Em países como Espanha, Rússia ou Itália a Mastercard fornece sistemas que permitem efectuar o pagamento de bolsas escolares ou de pensões de reforma de forma centralizada e com recurso a um cartão, por exemplo.

O TeK contacou a Mastercard em Portugal, mas ainda não foi possível obter um esclarecimento oficial.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.