A NASA vai lançar um novo foguetão para o espaço a partir do Alaska, nos Estados Unidos. A missão, que deverá demorar cerca de dez minutos, vai formar nuvens artificiais com o intuito de estudar as auroras boreais.

A agência espacial explica no seu site que, para esta missão, serão usados dois motores e que só um deles irá formar as nuvens em questão.

Durante o voo, o foguetão vai libertar alumínio trimetil (TMA, na sigla em inglês) que reage com oxigénio quando exposto à atmosfera e que irá formar as nuvens artificiais. O objetivo passa por seguir visualmente os ventos dentro da aurora.

A NASA explica que a quantidade de TMA usado no teste é muito menos do que é usado num espetáculo de pirotecnia comum e que não apresenta nenhum problema para a população. As nuvens deverão formar-se a uma altitude entre 96 quilómetros e 160 quilómetros.

O lançamento poderá ser visto em direto no YouTube. Se tudo correr como planeado, vai ocorrer entre as quatro horas da madrugada e as nove da manhã desta terça-feira, hora portuguesa, estando dependente da meteorologia e da atividade da aurora.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.