No final de Dezembro existiam em Portugal 2,77 milhões de utilizadores de serviços de televisão por subscrição, para um total de 4,06 milhões de alojamentos cablados (preparados para receber este tipo de serviços).



O número representa um crescimento de 246 mil face ao mesmo período do ano passado e de 58 mil face ao terceiro trimestre e foi sobretudo impulsionado pelo crescimento das subscrições de ofertas suportadas em novas tecnologias, como a fibra.



Noventa e sete por cento dos novos clientes do serviço no período em análise, de acordo com os dados da Anacom, tiram partido de ligações de fibra (FTTH/B - Fiber to The Home / Building) ou de tecnologias como xDSL e FWA, com especial destaque para a primeira. Assim, a fibra passou a chegar a 5,2 por cento dos clientes de TV por subscrição e a categoria "outras tecnologias" a 18,8 por cento.



A fibra óptica, que está a centrar a aposta de alguns operadores (Vodafone, Optimus e PTC, conforme enumerado pelo regulador na sua nota de imprensa), chegava no final do ano a 143 mil utilizadores de serviços de TV paga, sendo que Lisboa e Porto concentram 87 por cento dos assinantes destas ofertas. O xDSL e o FWA somavam 523 mil assinantes, mais 26 mil que no trimestre anterior.



Os dados também revelam que o cabo absorvia no final de Dezembro de 2010 51,8 por cento dos assinantes, continuando a predominar nas regiões de Lisboa, madeira, Norte e Algarve de TV paga e o satélite 24,2 por cento, sendo a opção dominante nas zonas centro e do Alentejo.
A Zon continua também a controlar o mercado de TV por subscrição, com uma quota de 57,9 por cento. A Portugal Telecom assegura o segundo lugar da tabela com uma quota de 29,9 por cento.



A Anacom divulgou já também dados do último trimestre para o acesso à Internet e para a utilização de redes de nova geração.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.