Portugal é o terceiro país do mundo com melhores velocidades de acesso à Internet de banda larga fixa, sustenta o mais recente relatório da União Internacional das Telecomunicações (ITU) sobre a banda larga.

No ranking dos países que oferecem os serviços de banda larga fixa mais rápida, Portugal aparece logo depois da Coreia do Sul e da Bulgária, que ocupam, respetivamente, os primeiro e segundo lugares.

De acordo com o gráfico - incluído no estudo Measuring the Information Society 2011, de que o TeK tinha extraído ontem as primeiras conclusões -mais de metade das subscrições de serviços de Internet de banda larga fixa no nosso país são para velocidades de débito acima dos 10 Mbps.

[caption]fonte: Measuring the Information Society 2011, ITU.[/caption]

O relatório, que foi publicado ontem, coloca ainda o país no sétimo lugar da lista dos que mais evoluíram, entre 2008 e 2010, no que respeita ao acesso à rede - com base num índice que conjuga dados sobre o número de utilizadores de Internet por cada 100 habitantes, número de subscrições de banda larga fixa por cada 100 habitantes e subscrições de banda larga móvel por cada 100 habitantes.

No ranking global para o mesmo índice, Portugal ocupa o 22º lugar a nível mundial, e é 18º na comparação apenas entre países europeus.

Os portugueses surgem ainda destacados na utilização da banda larga móvel, surgindo logo no sétimo lugar da tabela dos que mais usam a tecnologia, registando uma média de 72,5 subscrições ativas por cada 100 habitantes - algo que, na Europa, apenas é suplantado pela Suécia e pela Finlândia.

[caption]fonte: Measuring the Information Society 2011, ITU.[/caption]

Também no que respeita aos acessos suportados em fibra ótica os números colocam o país entre os 17 primeiros do mundo, numa tabela mais uma vez liderada pela Coreia do sul.

[caption]fonte: Measuring the Information Society 2011, ITU.[/caption]

O desempenho nacional é menos impressionante em análises como a relativa ao grau de desenvolvimento das Tecnologias de Informação e Comunicação, baseada em critérios como o número de telemóveis, subscrições de banda larga fixa e banda larga móvel, linhas telefónicas, largura de banda, lares com PC e Internet, utilizadores ou taxas de literacia.

[caption]fonte: Measuring the Information Society 2011, ITU.[/caption]

Neste ranking Portugal não passa ainda do 27º lugar, num cenário em que quase todos os países da UE se saem melhor. O nosso país foi, contudo, considerado um dos que mais evoluiu entre 2008 e 2010.

Escrito ao abrigo do Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.