A empresa já tinha visto a sua proposta para a zona centro do país aprovada pelo júri na semana passada, em conjunto com outros concorrentes.

A proposta para o Alentejo e Algarve é protagonizada pela Viatel, uma empresa participada do Grupo Visabeira, e conta novamente com a parceria da PT Comunicações, que se materializa sobretudo em consultoria técnica.

O concurso para a instalação de redes de nova geração no Alentejo e Algarve é um dos cinco concursos anunciados pelo Governo para as zonas rurais, que conta com financiamento comunitário.

O objectivo é que estas zonas, consideradas de menor atractividade para as redes comerciais de fibra óptica, possam dispor de uma infra-estrutura aberta que sirva os utilizadores e evite a divisão digital. Os 30 Mbits são a velocidade mínima exigida para a rede, que não define qual o tipo de tecnologia a utilizar, podendo a solução passar por fibra óptica, cabo ou mesmo LTE.

No concurso para a zona Centro do país foram aceites três propostas, a já referida da Visabeira, associada à PT, a Sonaecom, em consórcio com a DST, e uma empresa de Leiria, a Triplenet.

Nota de redacção: As três propostas apresentadas a concurso foram entretanto aceites pelo júri, o que significa que todas seguem para análise.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.