Os dados foram revelados hoje, indicando que no primeiro semestre do seu ano fiscal - que tem início em abril e se estendeu a setembro de 2017 - a Vodafone Portugal registou um crescimento de receitas de 5,7% face ao ano anterior, um indicador que tem sido positivo nos últimos dois anos de atividade.

Segundo a informação enviada à imprensa, as receitas de serviço atingiram os 482 milhões de euros no final de setembro, enquanto as receitas totais avançaram 4,2%, atingindo 513 milhões de euros.

A operadora refere a estabilidade do segmento móvel como uma das justificações para este resultado, apontando também a sazonalidade associada ao período de verão e o incremento na utilização de dados móveis, destacando igualmente o "forte dinamismo do segmento fixo".

Nesta área, na qual a Vodafone Portugal tem feito uma grande aposta, a empresa indica a existência de "um forte crescimento", com a base de Clientes a aumentar 15,2%, ultrapassando os 629 mil. Atualmente a Vodafone já tem mais de 2,7 milhões de casas e empresas com cobertura FTTH em todo o país e assinou recentemente um acordo com a NOS para chegar a mais 2,6 milhões de casas.

Entre os números partilhados pela Vodafone relativos ao primeiro semestre regista-se ainda o número de clientes 4G que se aproxima dos 1,6 milhões, mais 43,6% do que no período homólogo. A utilização de dados móveis também não para de crescer e acelerou 70,9% face ao ano passado, um dinamismo que a operadora atribui ao aumento da penetração de smartphones, que já ascende a 68,5% da base de equipamentos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.