A Fundação Calouste Gulbenkian foi mais uma vez o palco da grande final da Apps for Good, a versão nacional da competição que quer incentivar os jovens a usar a tecnologia para resolver os problemas da Humanidade.

O evento, que poderá rever no Facebook da CDI Portugal, contou com o apoio da Presidência da República, através da presença online de Isabel Alçada, Assessora para a Educação, bem como André Aragão de Azevedo, Secretário de Estado para a Transição Digital, José Vítor Pedroso, Diretor-Geral da Educação, e João Baracho, Diretor-Executivo do CDI Portugal.

Ao todo, na 6ª edição, foram atribuídos 11 prémios, com a SandSpace, a app criada pelos jovens do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite que indica os níveis de ocupação do areal de 685 praias marítimas e fluviais de todo o país, a vencer o primeiro lugar na categoria do ensino secundário e ainda o Prémio Tecnológico atribuído pela Associação Nacional de Professores de Informática (ANPRI).

Estudantes de Aveiro vão representar Portugal na final mundial da Apps for Good com a aplicação SandSpace
Estudantes de Aveiro vão representar Portugal na final mundial da Apps for Good com a aplicação SandSpace
Ver artigo

Recorde-se que a aplicação que conta com a parceria da Agência Portuguesa do Ambiente foi distinguida na competição internacional Apps for Good UK, tendo conquistado o prémio do público.

No segundo e terceiro lugares ficaram a Faster, do Agrupamento de Escolas Eduardo Gageiro, e a Auxilium, da Escola Secundária Tomás Cabreira. A primeira app pretende ajudar na entrega rápida de encomendas de pequenas e médias dimensões, já a segunda foi concebida para pessoas que não se conseguem libertar de vícios como o alcoolismo ou a toxicodependência.

Na categoria do ensino básico, o primeiro lugar foi alcançado pela Plastic Free World, a app desenvolvida por alunos da Escola B.S. Levante da Maia que disponibiliza dicas simples e práticas para a redução do uso de plástico. A aplicação ganhou também o Prémio do Público.

No segundo lugar, a PooPet, a app do Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches, quer eliminar o problema dos dejetos dos animais através de pontos de recolha e a app Cartão Escolar Digital da Escola Básica 2,3 Piscinas fecha o “pódio” com uma solução tecnológica que permite usar o telemóvel como substituição do cartão escolar físico.

A aluna Iris Ferreira, uma das jovens que desenvolveu a aplicação PooPet, venceu ainda o Prémio Jovem Aluna.PT. À ReApp, criada por alunos do Agrupamento de Escolas de Sátão e que pretende combater o desperdício e a redução dos resíduos sólidos urbanos, foi atribuído o Prémio Cooler Planet apoiado pelo BNP Paribas.

A 6ª edição do Apps for Good contou também com uma novidade, o Prémio Future Up, apoiado pelo Movimento Social e Educativo da Fundação GALP, que foi atribuído à BOW, da Escola Secundária de Gondomar. A aplicação permite regular e limitar o consumo diário de água num chuveiro, reduzir o consumo de recursos essenciais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.