Em 2019, a Google comprometeu-se a incluir mais materiais reciclados nos seus produtos. A meta definida para 2022 foi alcançada mais cedo e a gigante de Mountain View deu a conhecer que, agora, todos os equipamentos das linhas Pixel e Nest contém materiais reciclados.

Numa publicação no seu blog oficial, a Google explica que a capa traseira do novo Pixel 5, apresentado no início de outubro, é feita totalmente de alumínio reciclado. De acordo com David Bourne, arquiteto da área de sistemas de sustentabilidade da empresa, o Pixel 5 é o primeiro smartphone da marca a incorporar este tipo de material reciclado.

Já a estrutura das novas colunas inteligentes Nest Audio é composta por 70% de plástico reciclado. À semelhança das Nest Mini apresentadas em 2019, o equipamento é coberto por uma camada de tecido feito de forma sustentável. O mais recente termostato Nest conta também com uma estrutura feita de 75% de plásticos reciclados.

O responsável indica que a Google atualizou o seu objetivo inicial e agora compromete-se a usar materiais reciclados ou renováveis em pelo menos 50% de todos os seus produtos que sejam feitos à base de plástico até 2025. A empresa propõe-se também a embalar os seus produtos em embalagens 100% livres de plástico e totalmente recicláveis.

Google promete apagar toda a sua pegada de carbono até 2030
Google promete apagar toda a sua pegada de carbono até 2030
Ver artigo

Em setembro, a Sundar Pichai, CEO da Google, deu a conhecer que a empresa quer ir mais além no seu compromisso para com o meio ambiente e está a trabalhar para apagar todo a sua pegada de carbono até 2030.

A tecnológica afirma que as suas operações já são neutras em carbono desde 2007 e que tem vindo a compensar as suas emissões através de investimentos em energias renováveis e iniciativas mais amigas do ambiente.

Recorde-se que, em julho, a Apple comprometeu-se também a reduzir completamente a sua pegada carbónica até 2030, apostando numa série de iniciativas tendo em vista a redução das emissões. Mais recentemente, durante a apresentação do novo iPhone 12, a empresa da maçã revelou que está já a usar materiais raros reciclados na composição dos seus smartphones. Além disso, para evitar a acumulação de carregadores que ainda estão em boas condições em lixeiras, os novos smartphones da Apple não são vendidos com carregadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.