A autoridade italiana da concorrência aplicou uma multa de 10 milhões de euros à Apple devido a práticas comerciais “agressivas e enganadoras” no que toca à venda de oito modelos de iPhone.

Em questão estão as campanhas publicitárias dos modelos 8, 8 Plus, XR, XS, XS Max, 11 Pro e 11 Pro Max no país. A Apple terá publicitado os seus smartphones como sendo resistentes à água. No entanto, em comunicado, a entidade reguladora defende que a gigante de Cupertino “enganou” os consumidores ao não indicar as circunstâncias específicas desta propriedade.

Nas campanhas publicitárias, a Apple terá indicado que os smartphones conseguem sobreviver a uma submersão em água, a uma profundidade entre 1 a 4 metros, durante um período máximo de 30 minutos. A autoridade da concorrência argumenta que a Apple só conseguiu chegar a um resultado semelhante em testes laboratoriais, acrescentando que o mesmo não sucederia em condições de uso normal.

A autoridade afirma também que o aviso deixado pela Apple, onde a empresa indica que os smartphones não estão cobertos pela garantia em caso de danos causados por líquidos, é enganador. Além de ter de pagar 10 milhões de euros, a Apple terá de apresentar na versão italiana do seu website uma mensagem a explicar o sucedido. Para já, a empresa da maçã ainda não se manifestou quanto à coima.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.